Voltar
Publicado em: 26/01/2017 às 09:05

Projeto financiado pela Fapesb melhora o acesso às informações de saúde

Por: Ascom/Fapesb

26-01-2017_portal-1

O armazenamento de dados na nuvem se tornou algo tão presente no nosso cotidiano que, atualmente, é quase impossível que alguém não utilize. Imagina se a nuvem pudesse servir para melhorar o acesso às informações de saúde? Essa é principal função do aplicativo CloudMedic, da empresa Kamikan. O projeto, financiado pela Fapesb através do edital Tecnova, pretende desenvolver uma plataforma capaz de oferecer atendimento e acompanhamento dos serviços de saúde dos sistemas público e privado, no Estado da Bahia.

Como é que o CloudMedic vai funcionar: as informações sobre os pacientes ficam armazenadas em uma plataforma na nuvem, que poderá ser acessada em tempo real por clínicas, profissionais de saúde, gestores do sistema de saúde pública, usuários e cidadãos. A ideia é sincronizar e integrar as informações sobre saúde no Estado da Bahia e torná-las acessíveis a todo mundo.

“O aplicativo vai fornecer informações básicas do SUS. As pessoas terão um usuário e uma senha, que dá acesso ao seu prontuário, com os exames já feitos, com gráficos e dados. O projeto nasce da necessidade de integrar o exercício da saúde na Bahia e no Brasil, além de unir informações sobre a saúde pública e suplementar”, explica Anderson Mota, analista da Kamikan.

O CloudMedic, na sua versão gratuita, possui ações do tipo: Cadastro de Clientes, Cadastro de Médicos, Cadastro de Convênios, Registro de Agenda Médica, Marcação e Bloqueio da Agenda do Cliente, Registros de Pagamentos (dinheiro, cheque, cartão, cartão assistencial e promissória), Aberturas de Ordem de Serviço, Geração de TISS, Consulta de Resultados de Exames, Orçamento de Atendimento, Fila de Atendimento, entre outros serviços que também são oferecidos gratuitamente.

Facebook
Twitter
Voltar